Iniciação

Benvindo ao projecto BOND

A qualidade do capital humano é crucial para o sucesso da Europa. A Estratégia Europa 2020 coloca uma forte ênfase na educação e formação para promover o “crescimento inteligente, sustentável e inclusivo”.

Neste contexto, os professores e formadores na área da educação e formação profissional tornaram-se cruciais para todo o sistema de conhecimento: é preciso garantir formadores e professores mais eficientes, bem como formação e métodos para desenvolver competências mais acessíveis e orientados para o mercado de trabalho

A nova Comunicação da Comissão “Apoiar o Ensino de Profissões para Melhores Resultados de Aprendizagem” (Estrasburgo, 20.11.2012) e também Comunicado de Bruges (7.12.2010) incentiva dois importantes pilares:

  1. Envolver os papéis dos professores e formadores: o uso de ambientes fora da sala de aula e de aprendizagem e avaliação orientados para o trabalho, mais relacionados com os contextos da vida real, onde a formação contínua assume um lugar fundamental é um dos desafios para os professores e formadores, onde se podem “avaliar a si mesmos”, compreender o seu trabalho e potencial de qualificação.
  2. Implementar a garantia de qualidade na educação e formação profissional: os formadores e professores são os “pilares” e fornecedores mais importantes no EQAVET; eles precisam de ser técnica e pedagogicamente actualizados e integrar absolutamente o sistema de governança. A Comunicação da Comissão Europeia ao Parlamento Europeu, ao Conselho, ao Comité Económico e Social Europeu e ao Comité das Regiões – Repensando a Educação: Investir nas competências para melhores resultados socioeconómicos (20.11.2012), é também muita clara no que respeita à necessidade de revisar e fortalecer o perfil profissional de todas as profissões ligadas ao ensino.

A ideia do projecto BOND baseia-se no facto de que a qualidade das práticas e metodologias dos professores e formadores tem um impacto muito grande na qualidade e atractividade geral dos sistemas de educação e formação profissional, tendo o seu desempenho um papel muito importante. Neste sentido a Metodologia de Formação Pedagógica de Formadores é vista como como uma ferramenta importante para permitir que este professores e formadores estejam cientes das diferentes competências necessárias para esta função, e ao mesmo tempo estarem conscientes da importância de promover as oito competências-chave e uma atitude de aprendizagem ao longo da vida junto dos formandos. Este formadores e professores vão ser mediadores e mentores do conhecimento (em vez de transmissores de conhecimento), capazes de incentivar novos “surfistas de conhecimento” numa sociedade de informação e de economia verde, bem como promover o equilíbrio das diferentes necessidades e talentos individuais, de acordo com um contexto de capacitação e inclusivo.

Comments are closed.